Seu nome - Mulher  

Sonia Alcalde  


Sem lágrimas            cem lágrimas
Surpreendida            ferida
Indignada                sofrida
Erguida                   em chagas
Atenta                    desnorteada
Comparsa                não destruída
Riso amplo               peito aberto
Acredita                  se renova
Ora                        faz
Faz                        sem hora

Clama — justiça!
Suplica — paz!

Sonia Alcalde
"Estações do Eu", pág. 22

 

Sonia Alcalde é escritora e poetisa.