Ano 21 - Semana 1.061



ARQUIVO dos
Pontos Turísticos
e Históricos


Síntese geográfica da Cidade do Rio de Janeiro



Hino da Cidade


Mapa do Estado do
Rio de Janeiro





15 de janeiro, 2018


Ode às abelhas sem ferrão

Mauro Prato

Do néctar, o mel
Da cera, o ninho
Um voo, no céu
O tubo, um caminho

 
  A flor vai se abrindo
A operaria apressada
O Sol vai surgindo
A corbícula lotada
Pólen vem, pólen vai
De toda cor, todo gosto
A operária entra e sai
 

Pólen vem, pólen vai
Até mesmo em agosto
A colônia se mantém
Nos favos, a cria
Nos potes, o sustento
Na realera, rainha seria
É a quantidade alimento!


O ovo frágil e flutuante
Pela rainha depositado
No alvéolo segue adiante
Pela operaria operculado
Da forma ao abrigo
Tão diversas e tropicais
São as abelhas que vos digo
  Da biologia à criação
Tão ricas e especiais
São as abelhas sem ferrão



 

 

 

 


Direção e Editoria
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br