Ano 16 - Semana 801

 

 ARQUIVO dos
Pontos Turísticos
e Históricos

Síntese geográfica da Cidade do Rio de Janeiro


Hino da Cidade

Mapa do Estado do
Rio de Janeiro




Invista em cultura!

       24 de agosto, 2012
---

É cavalo na cabeça


Nasceu no Rio de Janeiro, em 1873, o jogo do bicho, que somente foi vitorioso no Brasil a partir de 1905.

O jogo era inicialmente de flores.

O Barão de Drummond - João Batista Viana de Drummond - fundador e proprietário do Jardim Zoológico que funcionou em Vila Isabel, inaugurou o jogo do bicho quando, tendo sido cortada a subvenção federal, não vendo outra condição para manter os animais do zoológico, inaugurou o jogo do bicho com o propósito de manter o parque e enriquecer a sua coleção de animais.

O ingresso custava hum mil réis e, se coincidisse ser sorteado o animal que se encontrava no bilhete de entrada, o portador ganhava um prêmio de vinte mil réis. Existem 25 animais no jogo e cada tarde surgia no quadro a figura de um deles, que era o sorteado.

O Zoológico passou a ser freqüentado por grande multidão que mais se interessava no jogo do que ver os animais. A tabela de ganhos, hoje, e que perdura por muito tempo, nunca mudando, é tentadora: com R$ 1,00 ganha-se, no grupo (número do bicho) R$ 20,00; na dezena, R$ 60,00, na centena R$ 600,00, e no milhar, R$ 4.000,00.

Conta-se que, em sua cavalgada diária pelos Jardins do Zoo, o Barão, passeando tranqüilo, foi abordado por uma senhora que lhe perguntou que bicho daria à tarde, ao que ele respondeu – O que está entre as pernas.

A senhora se sentiu ofendida pela resposta e saiu, sem antes chamar a atenção do Barão. Na hora do sorteio deu Cavalo - o que estava entre as pernas.
 

Do livro Contos e Contos,
 de Jorge Mitidieri,
professor e agente de turismo
j.mitidieri@terra.com.br

 



Você conhece algo interessante sobre o Rio?
Envie o texto que publicaremos.


Direção e Editoria
IRENE SERRA
irene@riototal.com.br