COMO ELE ME AMA!



Sapabela conversa com uma amiga:

— Ele diz que me ama, Sapabela.

— Oi, que maravilha, Sapapura.

— Sussurra em meu ouvido palavras e frases tão doces, tão meigas.

— Está mesmo apaixonada.

— Sim, o amor dele é tudo em minha vida.

— Até queria dar um toque a você que outro dia ele gritou com um idoso que estava atravessando a rua. Ele estava no volante e xingou o pobre homem, que já caminhava lento.

— Ele me diz cada coisa tão linda e romântica. É um amor. É o melhor sapo do mundo.

— Na semana passada ele atirou uma pedra numa cachorra e quase cegou o pobre animal.

— Ele é tão gentil comigo. É mesmo o melhor sapo do mundo.

— Gritou com uma funcionária dele, e a humilhou diante dos outros.

— Como eu o amo, Sapabela! Suas palavras são carícias sonoras...

— Foi arrogante com um amigo na Rede.

— Que romântico, Sapabela!, como ele é sensível! Cada frase linda me diz...

— Entendo, minha amiga, entendo...
 



23 de março, 2012
Ano 15 - N° 779