ARQUIVO

 


Importante:

Qualquer pessoa que sofra de paralisia, câncer,  lepra, AIDS e um série de outras doenças incapa-citantes, seja total ou parcialmente, tem direitos a isenções de impostos,  taxas, desconto no preço para compra de carros adaptados, passe  livre em metrô e transporte coletivo, remédios gratui-tos.

Entre os direitos que po-dem ser requeridos estão:

- Aposentadoria integral (mesmo sem contar com o tempo necessário  de contribuição ao INSS)
- Isenções de IR; CPMF; ContribuiçãoPrevidenciária
- Se houver deficiência física: isenção de IPI; ICMS; IOF e IPVA
- (isenção VITALÍCIA de IPVA) na compra de carro especial, ou adaptado. O preço do carro, nesses casos, cai em 30%. (trinta
por cento).
- Direito ao saque total de FGTS e fundos PIS ou PASEP.
- Direito da quitação de valor financiado (anterior à doença) para compra de imóvel.
- Atendimento médico domiciliar
- Remédios gratuitos; etc.

 


 

 

     02 de abril, 2005
 

Enxaqueca e Alimentação


A enxaqueca é um problema muito comum. Os estudos mostram que uma pessoa a cada cinco sofre dela. Além de dor de cabeça forte, a pessoa com enxaqueca pode ter uma série de outros sintomas, como náuseas, vômitos, tonturas, visão embaçada, formigamentos pelo corpo, etc.

Diversos alimentos podem provocar enxaqueca. De modo que é importante saber o que evitar em termos de alimentação.
Aqui vai uma lista dos principais a evitar, para essas pessoas: Queijos (exceto queijo fresco); chocolate; café em excesso; qualquer tipo de álcool; qualquer alimento fermentado; alimentos contendo aspartame (que é um adoçante artificial); alimentos contendo glutamato monossódico (que serve para enriquecer o sabor, sendo muito usado na cozinha chinesa, e que leva gente predisposta a ter uma enxaqueca denominada "síndrome do restaurante chinês"); frutas cítricas, salsicha, salame. Toda comida em conserva deve, em geral, ser evitada pelos portadores de enxaqueca.

O café, em particular, costuma ser consumido em quantidades excessivas, agravando os sintomas de dor de cabeça, assim como os de pressão alta para os que dela sofrem. Procure restringir o café para o limite máximo de 2 xícaras ao dia.

Tão importante quanto evitar o alimento errado, é não deixar de alimentar-se. Ficar muito tempo sem se alimentar leva a uma baixa do açúcar no sangue (hipoglicemia), para a qual as pessoas que sofrem de enxaqueca são muito sensíveis. Coma 3 refeições bem balanceadas todos os dias. Nunca deixe a fome chegar. Evite "pular" refeições.

Essas dicas não acabam de vez com a Enxaqueca, mas pelo menos podem tornar as crises menos freqüentes. A enxaqueca é um erro bioquímico do funcionamento do cérebro, levando a uma predisposição à dor de cabeça mediante uma enorme diversidade de estímulos - um deles, a alimentação.

Para a enxaqueca, já existe tratamento clínico preventivo, que impede o aparecimento das dores de cabeça, fazendo com que a pessoa não precise ficar tomando analgésicos, e evitando esta ou aquela comida.

       

Colaboração da
Clínica de Cefaléias Alexandre Feldman
 



    Direção
    IRENE SERRA
     irene@riototal.com.br