Ano 12 - Semana 654
 

Diminuindo a tensão

-Faça refeições saudáveis, em horários regulares, evitando café, chás esti-mulantes (preto, mate);

-Divida os problemas com alguém que saiba ouvir;

-Procure diminuir as ati-vidades, tentando se or-ganizar e não encarar tudo com prioridade. Nunca acabaremos com o trabalho, mesmo até o final da vida;

-Adie, sempre que possí vel, decisões que causa-rão mudanças extremas em sua vida, para serem tomadas no momento mais oportuno;

-Tente ser uma pessoa maleável. Todos falha-mos. Não se pode acertar sempre;

-Faça pausas para relaxar, mantendo uma respiração lenta e tranqüila;

-Inicie a prática de ati-vidades físicas regulares.

(Dr. Sérgio Vaisman)


 

  17 de outubro, 2009
 

Acidente Vascular Cerebral - AVC

Derrame - tempo no socorro é qualidade de vida


Os grandes serviços de saúde do Brasil contam com equipamentos sofisticados, como Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética, para diagnosticar com precisão e rapidez o Acidente Vascular Cerebral (AVC), ou derrame como é conhecido. Mas, para que a tecnologia seja uma aliada da saúde, é fundamental que a pessoa, nas três primeiras horas após sentir o início dos sintomas do AVC, procure atendimento médico. “O rápido diagnóstico da doença e a atuação do médico terão reflexo direto sobre a qualidade de vida do paciente, sobre seu retorno às atividades sociais e produtivas”, alerta o dr. Renato Adam Mendonça, da Sociedade Paulista de Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Existem dois tipos de AVC, o Hemorrágico, menos freqüente e caracterizado por um sangramento no cérebro, e o Isquêmico, que corresponde a aproximadamente 80% dos casos e consiste na oclusão de um vaso que interrompe o fluxo de sangue em uma região específica do cérebro, interferindo nas funções neurológicas, como a fala.

Os sintomas comuns do derrame são fraqueza no braço, na perna, ou na face, perda da visão em um dos olhos, sensação de “sombra” ao enxergar, ou cegueira transitória. Também pode ocorrer diminuição de força do lado oposto ao Acidente Vascular, bem como desvio do olhar. Em um AVC Hemorrágico, o hematoma pode crescer, causar inchaço, atingir outras estruturas e levar o paciente ao coma rapidamente.

Diagnosticado o AVC e a área do cérebro comprometida, o médico pode definir o tratamento adequado e optar por processos invasivos, como a cirurgia para drenar o hematoma ou o cateterismo para desentupir um vaso obstruído. Quanto maior a demora no atendimento médico, maior a gravidade do quadro, da área do cérebro comprometida e menores são as chances de uma vida independente e produtiva.

O AVC é desencadeado por vários fatores, como hipertensão arterial, doença cardíaca, fibrilação atrial, diabetes, tabagismo, colesterol elevado, uso de pílula anticoncepcional, consumo de álcool e doenças que aumentam a coagulação do sangue. Portanto, é fundamental que as pessoas controlem e evitem os fatores de risco. Apresentando algum dos sintomas, deve procurar atendimento médico rapidamente. “As melhores chances de tratamento de um derrame estão nas primeiras três horas após sua instalação”, afirma o dr. Mendonça.

O Acidente Vascular Cerebral é a terceira maior causa de morte nos Estados Unidos e a principal causa de seqüela neurológica nos adultos. No Brasil, os estudos mostram que as doenças cardiovasculares, como o derrame, são a primeira causa de morte.

 

 


 


    Direção
    IRENE SERRA
     irene@riototal.com.br