Ano 10 - Semana 501


 


 

04 de novembro, 2006
 

MOVIMENTOS RÍTMICOS (2)

Estes efeitos físicos são cada vez mais tidos em conta nos programas de treinamento físico para profissionais de várias modalidades desportivas. Os benefícios provenientes de um programa eficaz de exercícios aeróbicos são múltiplos:

  • Redução do número de lesões;

  • Desempenhos melhorados na última fase das provas;

  • Melhores performances no final das temporadas desportivas;

  • Prolongamento da carreira física dos atletas profissionais.

Existem componentes anaeróbicos em quase todos os exercícios aeróbicos, sendo essencial que as pessoas praticantes de desportos aeróbicos (corrida, natação ou tênis) acrescentem ao seu treino básico de resistência alguns exercícios que aumentem a força e a massa muscular, melhorando assim a força e flexibilidade de alguns grupos musculares importantes, responsáveis pela melhoria do desempenho físico.

Exercícios especiais de musculação e flexibilidade devem ser combinados com programas aeróbicos estudados, possibilitando assim o aumento da capacidade aeróbica e contribuindo para o bem estar total do praticante.

Em termos específicos podemos identificar vários benefícios da prática do exercício aeróbico que contribuem para alcançar esse bem estar total:

  • o exercício aeróbico contribui para o fortalecimento dos ossos, tornando-os mais saudáveis;

  • contribui decisivamente para o controle do stress físico e emocional;

  • funciona como um antídoto para distúrbios emocionais;

  • pode contribuir para o aperfeiçoamento da capacidade intelectual e para o aumento da produtividade;

  • é um meio eficaz para perder peso e para eliminação definitiva do excesso de peso;

  • funciona como fator de proteção contra doenças cardíacas;

  • é impossível obter benefícios máximos num espaço mínimo de tempo em determinados programas aeróbicos.

"Anaeróbico" significa "sem oxigênio". Significa portanto que qualquer exercício desse tipo requer o cumprimento da atividade sem utilização do oxigênio respirado. Por exemplo, como uma corrida curta ou um sprint que seja limitado pela exaustão nos dois ou três primeiros minutos, estritamente anaeróbico.

Os limites entre o exercício anaeróbico e o aeróbico dependem do grau de condicionamento do praticante em relação à distância ou tempo que corre ou pratica qualquer exercício: uma corrida de 100 m, é quase completamente anaeróbica enquanto que uma maratona, é quase totalmente aeróbica.

Por esta razão um atleta profissional pode ser um campeão mas não estar em forma, em termos aeróbicos.

Daqui podemos concluir que a procura do bem estar total pode estar na prática regular e equilibrada da Ginástica Aeróbica.

A Ginástica aeróbica é de alto impacto e de baixo impacto.

Entenda-se por impacto como a força que é transmitida às estruturas orgânicas em conseqüência da interação das extremidades do corpo com o solo. Esta força provoca uma onda de choque que se espalha por todo o sistema musculo-esquelético. Este choque está dependente do tipo de superfície, da própria velocidade do movimento e da forma de pisar, podendo até ser influenciado pela respiração.

Exemplos de exercícios com relativa baixa intensidade de impacto são a caminhada e a ginástica aeróbica, porque o choque na região da tíbia, é muito inferior ao choque provocado por um salto num jogo de basquetebol ou numa corrida.

(continua)

 

CARLOS LEITE RIBEIRO, escritor e jornalista
Marinha Grande, PORTUGAL
 


Se você é da área médica e quer publicar algum artigo, venha fazer parte da nossa equipe

 



Direção
IRENE SERRA
irene@riototalcombr