Ano 12 - Semana 606
 



Exercícios físicos
Artigo publicado na revista Public Library of Science One confirmou que a prá-tica regular de exercícios físicos realmente contribui para o rejuvenescimento dos tecidos musculares.
Todos os indivíduos sub-metidos às avaliações du-rante uma pesquisa rela-cionada com bem-estar físico e envelhecimento demonstraram performan-ces surpreendentes na melhora do estado geral quando adotaram ativi-dade física aeróbica e muscular regular, princi-palmente quando soma-ram cuidados na alimen-tação, enfatizando consu-mo de vegetais e peixes.
A óbvia conclusão é que, quando nos preocupamos em fornecer ao organismo o que ele necessita para se desempenhar bem, nada poderá acelerar o desgaste físico pois sem-pre haverá uma dose de proteção maior se com-pararmos com os se-dentários e de hábitos alimentares abusivos.
(Dr. Sergio Vaisman)

 

 


 

 

   07 de novembro, 2008
 

DIABETES


No próximo dia 14 de novembro é o dia mundial do Diabetes. O Brasil é o oitavo país com o maior número absoluto de diabéticos no mundo.  No entanto, quando se fala na doença sempre se imagina que é proibido comer doces, mas de uns tempos pra cá as coisas mudaram, já possível adoçar a vida sem oferecer risco à saúde.


Diabético também come doce

Ter diabetes não é lá muito fácil, mas até que dá para conviver bem com a doença. É só tomar alguns cuidados básicos, restringir alguns prazeres e procurar o lado doce da vida bem longe do açúcar. O Brasil poderá ter 11,3 milhões de pessoas sofrendo de diabetes em 2030. A estimativa é da Organização Mundial da Saúde (OMS), por ano, 3,2 milhões de pessoas morrem de complicações da diabetes, ou seja, um número três vezes maior do que mostravam estudos produzidos anteriormente pela comunidade científica internacional.

Atualmente no Brasil existem 8 milhões de diabéticos segundo dados no ministério da saúde, o Brasil é o oitavo país com o maior número absoluto de diabéticos. Entre os principais atingidos pela doença estão a Índia, com 32 milhões de casos, seguida por China, Estados Unidos, Indonésia, Japão, Paquistão, Rússia, Brasil, Itália e Bangladesh.

Segundo a nutricionista Talita Yamatto, do Hiléa, o indivíduo com diabetes pode ter dificuldades na restrição de doces, quando este grupo de alimentos for muito presente em sua alimentação, porém é possível fazer uso de algumas estratégias, como a substituição pela versão diet e redução gradativa da ingestão.

O indivíduo diabético pode comer doces de forma racional, ou seja, quantidades baixas e esporádicas, sempre se atentando para doces DIETÉTICOS, com uso de adoçante culinário em seu preparo. “É importante destacar que os diabéticos devem se atentar não somente para presença de açúcar (sacarose), mas para o perfil nutricional como um todo do alimento, que pode ter ausência de sacarose, mas ter altos teores de gorduras ou sal, por exemplo, diz a nutricionista.

Para a população idosa os cuidados são diferenciados, principalmente quando o diagnóstico da doença acontece após os 60 anos, pois existe maior dificuldade em reestruturar os hábitos alimentares, e incorporar as restrições. Outro desafio é o fato da maioria dos idosos possuírem doenças pré - existentes, que já impõem alguma restrição na alimentação. Cuidados devem ser tomados para evitar o impacto na qualidade de vida, como perda de peso acentuada, por restringir alimentos com grande simbologia para o idoso, ou mesmo diminuir a socialização uma vez que a alimentação é um veículo para isto, dentre outros fatores.


Dicas de alimentação para os diabéticos


* Evite longos períodos sem se alimentar. Faça refeições a cada 3 horas;

* Evite alimentos gordurosos, principalmente os de origem animal e gorduras do tipo trans que são extremamente prejudiciais à saúde e encontradas em diversos alimentos industrializados. Prefira óleos vegetais, como óleo de oliva (Azeite) ou óleo de canola com moderação;

* Substitua o açúcar por adoçantes, apresentados na forma pó ou líquida, escolhendo o tipo conforme seu paladar. Atenção ás versões mistas encontradas nas gôndolas, que apresentam parte de adoçante e parte de açúcar (sacarose) em sua composição;

* Não realize atividade física em jejum;

* Mantenha uma boa ingestão de líquidos, preferencialmente água;

* Consuma sal com moderação;

* Leia o rótulo dos alimentos, para se certificar da presença ou não de nutrientes restritos;

* Busque informações claras sobre a diferença entre alimentos DIET e LIGHT, evitando entendimentos equivocados.


 


Se você é da área médica e quer publicar algum artigo, venha fazer parte da nossa equipe

 



Direção
IRENE SERRA
irene@riototalcombr