Ano 12 - Semana 635

 

Leia mais sobre esse assunto:
- Influenza A (H1N1)

 

 ARQUIVO

 

 

 



 

Atualizado em 06/06/2009
 

Gripe Suína

Lavar as mãos ajuda a proteger contra vírus


Pouco se pode fazer para prevenir uma pandemia da gripe, especialistas médicos alertam, mas eles dizem que medidas de senso comum podem ajudar indivíduos a se protegerem.

A medida número um é lavar as mãos, uma maneira surpreendentemente eficaz para prevenir todos os tipos de doenças, incluindo a gripe comum e a nova gripe suína.

– Proteja sua tosse ou seu espirro, lave suas mãos frequentemente –, aconselhou Richard Besser, diretor do CDC.

O vírus da gripe pode se espalhar em tosses e espirros, mas evidências crescentes mostram que pequenas partículas do vírus podem resistir em mesas, telefones e outras áreas e serem transferidas pelos dedos quando levados à boca, nariz ou olhos.

Álcool em gel e sabonetes em espuma são eficazes na destruição de vírus e bactérias.

Qualquer um com os sintomas semelhantes ao da gripe suína, como febre repentina, tosse ou dores musculares, deve evitar o trabalho ou o transporte público e deve realizar exames médicos.

– Se você tiver a gripe, então não deve pegar ônibus ou avião e viajar –, disse Besser.

"Distanciamento social" é outra tática. Significa ficar longe de outras pessoas que possam estar infectadas e inclui evitar grandes aglomerações, trabalhar e até repousar em casa se a infecção se espalhar pela comunidade.


Especialistas em gripe advertem contra o estoque pessoal de remédios antivirais


Tamiflu e Relenza são duas drogas eficazes contra o vírus da gripe comum. O Tamiflu ou Oseltamivir, criado pela Gilead Sciences Inc e fabricado pela Roche, é uma pílula, enquanto o Relenza, da GlaxoSmithKline, também conhecido pelo nome genérico de Zanamivir, é inalado.

Os dois medicamentos tratam contra a infecção gripal, reduzindo sua gravidade e a duração da doença. Mas o tratamento, para ser eficaz, deve ser iniciado em até 48 horas após os primeiros sintomas.

Mas a pessoa comum não vai saber, precisamente, quando começar o tratamento. Muitas infecções se parecem com a gripe, diz a pediatra e imunologista Anne Moscona, do Weill Cornell Medical College, em Nova York.

Vírus e bactérias podem igualmente desenvolver resistência a remédios usados frequentemente

– Se você tiver Tamiflu em casa e tomá-lo para um resfriado ou para um vírus respiratório que não é a gripe, seremos incapazes de usar estes remédios quando encontrarmos uma versão fatal da gripe –, disse Moscona.

 



    Direção
    IRENE SERRA
     irene@riototal.com.br