Ano 13 - Semana 686




Vitiligo

Doença que atinge cerca de 4 milhões de brasi-leiros, não tem um mé-todo de prevenção, mas há medicamento para o tratamento.
Uma das hipóteses para o desenvolvimento do viti-ligo é a doença auto-imune, que ocorre quando as defesas do corpo es-tranham os melanócitos e os atacam, atrapalhando a produção da melanina, responsável pela pigmen-tação da pele. Cabelos e pêlos podem perder sua pigmentação também.
As áreas mais afetadas são punhos, dorso das mãos, dedos, axilas, pes-coço, genitália, ao redor da boca e olhos, coto-velos, joelhos, virilha e antebraços. É raro aco-meter nas palmas das mãos e planta dos pés. As manchas não coçam, ar-dem, doem e não são contagiosas.


 

 

       29 de maio, 2010
 

No pós-parto a dieta deve continuar equilibrada



Nove meses se passaram. Agora é o momento de curtir o bebê que chegou. Com as novas preocupações que surgem nesse momento, muitas mães esquecem de manter hábitos alimentares saudáveis, porém, é nessa hora que o cuidado com a alimentação deve ser redobrado, não só para perder o peso adquirido, mas também para garantir uma boa qualidade do leite materno.

A amamentação é de extrema importância para o desenvolvimento da criança e de sua saúde. De acordo com o nutrólogo Maximo Asinelli, durante os primeiros três meses, a mulher deve evitar consumir alimentos que podem gerar gases e cólicas ao recém-nascido, como brócolis, repolho, e couve-flor. Além de não ingerir bebidas alcoólicas, com cafeína, chocolate, leite e derivados.

“Assim como em toda a gestação, a agora mãe tem que manter uma dieta balanceada e rica em frutas, legumes, verduras e cereais. Já doces e frituras devem ser consumidos com cuidado, especialmente por aquelas que querem emagrecer logo”, explica Asinelli.

O nutrólogo ainda diz que é recomendável que se coma alimentos ricos em gorduras ômega 6 e ômega 3, pois ao serem passadas para o bebê auxiliam na integridade do sistema nervoso.

Mesmo com todas essas preocupações, a mãe não pode esquecer de si mesma. Ela não só deve cuidar da sua alimentação para prevenir uma anemia, como também ficar atenta à queda de cabelo e a unhas enfraquecidas.

Asinelli lembra que apesar de todos os afazeres, a mulher tem de reservar um tempo para o repouso. E, claro, ingerir pelo menos dois litros de água, sucos naturais ou água-de-coco.



Doutor Maximo Asinelli (CRM-Pr 13037) é médico nutrólogo
maximoasinelli@terra.com.br


 


Direção e Editoria - Irene Serra