Ano 14 - Semana 734


Testosterona é um hor-mônio que pode promover um mecanismo protetor contra declínio mental no envelhecimento assim co-mo nos casos de doença de Alzheimer.
Pesquisadores na Ingla-terra concluíram que níveis baixos deste hormônio estavam mais presentes nos casos estudados com Alzheimer do que em indi-víduos normais com ida-des semelhantes. Tudo indica que valores normais de testosterona protegem as células cerebrais contra uma substancia tóxica chamada BETA-AMILOIDE que tende a se acumular em certas regiões de cé-rebros envelhecidos. A substância beta-amiloide já foi implicada no desen-volvimento da doença de Alzheimer já há algum tempo. Sabemos que a testosterona é, alem da conhecida parcela de es-timulação sexual, um hor-mônio importante na ma-nutenção do bom humor e da energia física.
(Dr. Sergio Vaisman)


 


 

 

       07 de maio, 2011
 

Bebês com sono mais regulado


Cynthia Boscovich



Os bebês quando nascem precisam se adaptar a um novo ambiente. Esta adaptação nem sempre é fácil, pois requer atenção e cuidados dos pais, em especial da mãe, que deverá atender as necessidades deste pequeno ser, que inicialmente são físicas, mas que se forem bem atendidas nesta fase, lhe asseguram bom desenvolvimento psíquico.

As tarefas diárias que o bebê requer podem sobrecarregar a mãe, ainda mais se ela não conseguir descansar nos momentos em que o seu filho dormir ou ainda se tiver que acordar muitas vezes durante a noite para cuidá-lo.

Os pais precisam ser orientados, desde o nascimento do bebê, de que a rotina para ele é fundamental. O cuidado regular proporciona segurança, confiança e tranquilidade a ele.

O bebê precisa estar seguro em relação ao ambiente em que vive e para que isto aconteça é necessário que algumas medidas sejam tomadas, como por exemplo, que um dia seja igual ao outro. Isto dá ao bebê a noção de previsibilidade, muito importante para a garantia desta segurança.

Em relação ao sono, a rotina, que poderá se tornar um ritual do sono é fundamental para que, na medida em que ele for crescendo, não só vá se habituando a dormir no horário e por mais horas seguidas, mas também como se sentindo seguro de que se acordar, poderá voltar a dormir tranquilamente sem ajuda.

Realizar a mesma atividade diariamente, como por exemplo, tomar um banho, fazer uma massagem, ouvir uma música, são sugestões mais tranquilas e relaxantes para este ritual.

A massagem no bebê promove o relaxamento e induz ao sono, além de inúmeros outros benefícios.

Atividades agitadas, como brincadeiras que excitem o bebê, podem prejudicar não só a rotina do sono, como a desaceleração do ritmo do bebê. Atividades mais calmas podem contribuir também para sinalizar o momento de dormir.

É importante os pais se certificarem de que e o bebê está sem dor, se a temperatura está adequada (sem frio ou calor), se não está com a fralda suja, e se não está com fome. Nem sempre deixar o bebê chorando no berço pode ser uma boa saída que ajude o bebê a dormir a noite toda. O que ele precisa nesta fase, principalmente quando ainda for muito novinho, é sentir-se seguro. A tranquilidade e serenidade dos pais, principalmente da mãe, são fundamentais para o equilíbrio do bebê.

Alguns bebês quando nascem conseguem dormir a noite toda, porém este comportamento é incomum, pois a maioria deles acorda durante a noite para mamar. Por volta dos 6 meses, os bebês já possuem todas as condições para dormir uma noite inteira. Mas isto varia de criança para criança e também dos hábitos proporcionados pelos pais.

Manter o berço, com pequenos rolinhos ou almofadas para quando ele se movimentar, possa tocá-los, vai ajudá-lo a não se sentir “solto” no berço, mas sim acolhido, pois quando estava no ventre materno, era rodeado pelo contorno das paredes do útero. Isto pode também colaborar para o pequeno não despertar tantas vezes durante a noite.

A melatonina, hormônio responsável pela regulação do sono, só é produzida quando dormimos e com ausência de luz e tem seu pico de produção à noite. Portanto, colocar o bebê para dormir cedo e de preferência com o mínimo de luz possível, também pode ajudá-lo a dormir melhor.

Através dos estudos, é sabido que quanto mais cedo as crianças estabelecerem hábitos saudáveis de sono, incluindo horário para dormir, se tornarão adultos com qualidade de sono melhor.

Cynthia Boscovich é psicóloga



 



    Direção
    IRENE SERRA
     irene@riototal.com.br